Pacífico

01-01-2018

As relações da UE com a região do Pacífico revestem aspetos políticos, económicos e de desenvolvimento. A UE é o segundo maior parceiro comercial da região do Pacífico e, em junho de 2018, foram iniciadas negociações com vista à celebração de acordos de comércio livre abrangentes com a Austrália e a Nova Zelândia. A UE tem uma parceria na região com os 15 Estados Insulares independentes do Pacífico, que incide no desenvolvimento, nas pescas e nas alterações climáticas, bem como parcerias com os quatro países e territórios ultramarinos e com o Fórum das Ilhas do Pacífico.

As relações da UE com a região do Pacífico revestem aspetos políticos, económicos e de desenvolvimento. A UE é o segundo maior parceiro comercial da região do Pacífico e, em junho de 2018, foram iniciadas negociações com vista à celebração de acordos de comércio livre abrangentes com a Austrália e a Nova Zelândia. A UE tem uma parceria na região com os 15 Estados Insulares independentes do Pacífico, que incide no desenvolvimento, nas pescas e nas alterações climáticas, bem como parcerias com os quatro países e territórios ultramarinos e com o Fórum das Ilhas do Pacífico.